sexta-feira, 29 de julho de 2011

LINDA CLARA!


A filhota está cada vez mais linda...não posso reclamar de nada..algumas observações:

Clara está com dois meses e meio...e o que mudou??

Eu já compreendo melhor o seu ritmo...e ela a rotina que a mamãe estabeleceu... Tem dormido super bem de noite...Deita por volta das 9 da noite depois de um banho e da mamada..e está acordando por volta das 3 da manhâ, isso tem sido um padrão. Ela mama e dorme até as 6, 6:30, onde acorda faminta e no gás!! Fica rindo no berço e fazendo charminho, conversa, dá gritinhos...uma figura!! Encantadora!

Acordar e ver isso todos os dias é uma dádiva.. Aproveito a filhota alerta pra dar de mamar e trocar a fralda..mas logo o sono vem de novo e ela tira uma soneca boa...acorda lá pelas 8, 8:30...

Aí é só festa...brincamos, cantamos juntas, dou aquele banho gostoso....ela mama e tira mais um cochilo...e assim vai durante o dia...muita brincadeira com os brinquedos (uma boneca, uma minhoca listrada e uma argola com peixinhos, sem contar a mão da mamãe que ela adora ver mexer..rs), sonecas gostosas e mamadas...

Outra coisa muito interessante é que quando estou conversando com ela eu procuro fazer umas perguntas e quando me silencio é ela que balbucia e faz altas caras e bocas..conversando de verdade..LINDA DEMAIS..

Já me persegue por todo o quarto com os olhos...eu me derreto..

Ela é bem "clara" quando quer uma coisa...se está irritada é pq quer tirar uma soneca, se balbucia quer conversar, se espreguiça é porque já descansou e está pronta pra farra.

Sobre o bico: ela quase não usa de noite quando o sono é mais pesado...mas durante o dia precisa dele pra descansar....pra entrar no soninho...bem, deixa estar...

Esse fim de semana o papai (Gu) chega de SP, são duas semanas sem vê-la, acho que vai levar um susto!!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

NASCIMENTO DE NÓS TRÊS!!!

Sim, o teste de farmácia confirmava: POSITIVO! Eu estava passando um fim de semana em BH e depois do culto fui a uma creperia com duas amigas muito queridas. Mas antes me fizeram passar em uma farmácia pra comprar um teste: bobagem...eu disse, isso é só mais um atraso...

E foi aí que tudo começou, aliás, começou muito antes, mas o conhecimento do fato se deu aí, dia 12 de setembro de 2010, eu me descobri grávida, cheio de vida dentro de mim...muito mais do que duas listrinhas em um papel fino, muito mais do que uma sorologia... Presente de Deus no oculto...semente de um grande AMOR.

Mas seria possível?? Depois de 2 anos de tratamento pra engravidar, depois de 4 meses em que joguei os remédios pro alto e resolvi parar com tudo?? Dizem que quando o corpo relaxa ele entra nos eixos...deve ter sido assim...mas gosto de pensar no TEMPO DE DEUS...tempo propício, tempo oportuno, tempo escolhido.

Essas notícias não se contam por telefone...tem que ser olho, no olho, coração com coração...pra guardar pra sempre! 


Na segunda pouso em SP, dia 13 de setembro é um dia muito especial pra gente...a nove anos começamos a namorar nessa data...

O maridão me pega no aeroporto e no carro se vê com uma caixa de presente toda colorida em seu colo...pergunta o que é, eu: ABRE...Dentro da caixa um par de tênis branco de bebê..A mente duvida do que o olho vê...Gu olha pra mim e pergunta com um sorriso único se estou grávida, a resposta: acho que sim...e conto toda a história..


Gravidez confirmada pelo exame de sangue no dia seguinte e a notícia se espalha..Como um dominó começa pela família até alcançar os confins...sim...onde nem mesmo a gente alcança!! Notícia de gravidez é notícia de alegria, soltar fogos, até de choro comovido, celebração... e assim foi...


Começo a pensar sobre gravidez e a pesquisar sobre parto. Sempre tive medo desse momento...medo de hospital e de cirurgia...(cesária), e sempre tinha o pensamento infantil de que se está dentro tem que sair de um jeito...mas que jeito??

Uma grande amiga de BH, Amy, me conta sobre o Núcleo Bem Nascer, uma equipe de médicos e profissionais que, acima de tudo, batalham e priorizam a assistência humanizada no nascimento. Entro na net, pesquiso, entro em contato...e através deles conheço o GAMA em SP, um grupo com uma visão parecida. 

Começo a ler sobre o nascimento, sobre o parto e descubro que de coadjuvante posso ser protagonista, sim...através de leituras e conversas com outras gestantes, mães, doulas, parteiras, percebo que nós mulheres podemos ter o nosso parto, podemos sonhar com ele e ser assistidos pelos profissionais...e não comandados por eles..


Toda essa história me encantou e me espantou...Comecei a ver dados e fatos, pensar nas minhas amigas que já são mães...todas, TODAS, cezárias!! Culpa delas, dos médicos, do sistema??Acho que de tudo um pouco. Seria essa palavra a correta: culpa? Não, acho melhor pensar em fato, ou até mesmo escolha..

Como diz minha querida Isabel (doula) cada mãe batalha pelo que quer...se quer mais informação corre atrás, se aceita o fato como está, fica bom assim..

Depois de ler sobre todos os benefícios de um parto natural, tanto para a mãe quanto para o bebê...sobre a diferença entre um parto normal e um normal humanizado, sobre o horror desse sistema médico que é engolido pelo CHRONOS e não pela HUMANIDADE....resolvi buscar os poucos profissionais que zelam pelo último fator...

Sim, decididamente queria um parto normal, ou melhor passei a desejá-lo...queria passar por essa experiência de dar a luz com muito amor em torno de mim...


A barriga crescia junto com o entendimento sobre dar a luz e também em convencer o marido daquilo que queria... Ele, de coração sempre terno acolhia cada semente que eu lançava, tanto que de repente vi os nossos corações com o mesmo olhar, o mesmo sonho...Ele passou a dizer: se você acha que esse é o melhor caminho pra vc e para o bebê é o que importa!!



Descobrimos ser Clara....nossa filhota...e passamos a conjecturar sobre suas feições, sobre seu jeito de ser...misturinha boa de nós dois?? ACREDITO MUITO NISSO!


A data provável, ou melhor improvável, era 15 de maio...e com as férias do maridão marcadas para o dia 8 de maio pensamos na ideia da Clara nascer em MInas...porque não??


Nada se compara ao calor e a história que Minas nos traz, os aromas, as lembranças...sim, se Clara resolvesse nascer lá seria muito especial. Sim, se ela resolvesse...porque o planejado seria irmos pra BH dia 8 de maio mas, e se ela resolvesse vir antes?


Pra isso me preparei para os dois... Equipe médica em SP e outra em Minas...Mas claro que a segunda equipe era quase família...era da terra...me sentia mais confortável, mais acolhida.


Dra. Quésia, obstetra...meu encontro com ela foi em uma reunião do Núcleo Bem Nascer sobre gravidez...aquela que acontece uma vez no mês e esse mês era o de dezembro...De uma tacada só conheço Isabel (doula), Sabrina (fisioterapeuta) e Dra. Quésia. 

Por isso, quando pensamos na possibilidade da filhota ser mineira não tardei em me encontrar com todas elas...isso foi em março, na ocasião estávamos, eu e Gu em BH.


Segundas impressões...Dra. Quésia, mais que atenciosa...conversamos sobre parto, hospitais, família, filhos...o Gu tira suas dúvidas...ela nos orienta a procurar a Dra. Sabrina, diz que ela ajudaria muito....Saímos do consultório com o coração mais desejoso ainda de que a filhota esperasse nossa chegada na nossa terra...


Dra. Sabrina,...qual surpresa não foi a minha quando vi que ela era a pessoa que me recepcionou na reunião de dezembro do núcleo.. boa surpresa. Nunca imaginei que uma fisioterapeuta ajudaria tanto uma gestante. Fiquei impressionada com o carinho, com as orientações e dicas...


Isabel, querida doula...Quando liguei pra ela pra marcar um encontro ela se lembrava de mim.. Da reunião de dezembro, como pode?? Fui na roda da ong no parque das Mangabeiras, num sábado bem cedinho... participei de uma aula de yoga num gramado lindo com outras gestantes e ouvi relatos emocionantes de partos de todo tipo....De lá eu e Isabel fomos comer algo e conversar...expus pra ela tudo o que desejava para o nascimento da Clara. Isabel me abraçou sem se mover...só com seu jeito doce de ser e o amor que vi em seus olhos pelo que faz...EU SABIA QUE PODERIA CONTAR COM ELA..


Fomos pra SP e Clara resolveu mesmo esperar...dia 8 de maio com o carro cheio de malas, cachorro e muita disposição zarpamos pra Minas...um domingo, dia das mães...meu primeiro dia das mães...


Almoçamos uma moqueca deliciosa feita pelos meus pais junto com a família inteira...Todos dando palpite de quando a Clara nasceria...Eu, muito tranquila...


Na segunda fui ver Dra. Quésia que ficou espantada de saber que eu, com quase 39 semanas de gestação viajei de SP pra BH trazendo mala, cuia e cachorro.. Ela me examinou e o susto: 2 cm...Como assim??? Ela perguntou se eu queria que descolasse a bolsa pra ascelerar o porcesso ou gostaria de esperar...preferi esperar..


Na quarta fizemos uma ultrassonografia..tudo muito bem com Clara!! E ali soube que ela era bem cabeluda!!rs..Será esse o motivo de tanta asia?? Ou isso é mito?? Não importa, o que importa é que estava tudo bem...O combinado: se nada acontecer eu me encontraria com ela na outra segunda, dia 16.


Minha querida amiga Amy, pediatra, estava na torcida pra Clara chegar até dia 16 porque no dia 17 bem cedinho ela iria pra Curitiba...eu conversei sério com a filhota e dei todos os recados que tia Amy mandou...Estávamos sonhando com ela bem juntinho da gente quando Clara chegasse..

Eu ainda tive pique de, na quinta-feira, combinar com uma fotógrafa para tirar umas fotos minha e do Gu lá no jardim botânico do Zoo....foi super gostoso, um dia lindo, ótima compania...e FOTOS MARAVILHOSAS!! Eu e o Gu quase não tínhamos fotos juntos da gravidez...enfim, agora teríamos!!




O tempo foi passando, o meu pé já estava em formato de pão, ou melhor, rosca..inchado...e chegou dia 16, segunda-feira.


No consultório vimos que estava tudo do mesmo jeito, ainda os 2 cm...descolamos a bolsa e Dra. Quésia sugeriu uma seção de acumpuntura com Dr. Marco Aurélio pra agilisar o processo.. Fui no consultório dele a noite e durante a seção senti 5 contrações fortes...ele brincou dizendo: Fala pra Dra. Quésia que foi ela que pediu...rs. 


Fui pra casa sentindo as contrações cada vez mais intensas...QUE FORÇA ERA AQUELA MEU DEUS?? E era só o início...


Em casa me deitei na cama e as contrações vinham mais fortes...o Gu começou a contar os intervalos, estava de 5 em 5 min..mas logo progrediu pra 3 em 3...liguei pra Dra. Quésia avisando..ela perguntou como eu estava e sugeriu que eu esperasse mais, se desse conta.. Combinado.


Eu não tinha posição de alívio. Fui pra debaixo do chuveiro...e as contrações (aquela força por dentro) se intensificavam...Meia noite ligo pra Isabel pedindo alento, VEM PRA CÁ!! POR FAVOR...Ela chegou logo, me colocou na bola e me massageava a lombar...


Eu havia resfriado pela manhã e ainda de noite sentia dificuldade de respirar.. Perdi a noção do tempo. O Gu me perguntou 3 vezes se não era melhor ir para o hospital até que eu mesma disse que precisava ir...Ligamos pra Dra. Quésia avisando. Vesti a roupa mais fácil que tinha à mão e na ida para o carro vomitei muito...(já tinha evacuado muito tb)...era o organismo se preparando...Quando entrei no carro vi no relógio: 2:30...

Que bela madrugada, adoro madrugada!! Todos dormindo e as ruas vazias...chegamos muito rápido no hospital...Dra. Quésia já estava lá...subi pelo elevador sem ter posição, ficava acocorada, levantava...levantava a perna..acocorava de novo...


Que maravilha de madrugada...sala de pré-parto vazia..todinha pra mim... Troquei de roupa, Dra. Quésia me examinou, 5 cm...pedi arrego, precisava de anestesia....não estava aguentando tanta intensidade. Ela veio trazendo alívio sem anular a sensibilidade...

Acontece que a analgesia regrediu um pouco o trabalho de parto e para ela voltar ao ritmo que estava resolvemos romper a bolsa...ÁGUA, 
AGUA E MAIS ÁGUA... 

Com a ajuda da Isabel e do Gu eu caminhava pelo corredor vazio, subia as escadas...e as contrações voltaram fortes...o tempo passava...Mais um exame: 7 pra 8 cm... a anestesia passava e eu voltei a sentir intensas dores...


De tempo em tempo Dra. Quésia escutava os batimentos cardíacos de Clara, e ela sempre forte, sempre firme...minha linda Clara...o interessante é que o aparelho de escultar os batimentos era colocado cada vez mais em baixo...sinal de que ela estava descendo...chegando.


Descansava nos intervalos..até dancei com o Gu....meu querido...ao fundo tocava uma trilha sonora muito agradável...(boa ideia da Dra. Quésia)


Mais anestesia (pedi), TP regride, partimos pra ocitocina...mais intensidade...só que percebo que a analgesia atinge somente o lado esquerdo, o catéter desviou e portanto deveria ser colocado novamente...


8 pra 9 cm..muita pressão na bacia...agora não era mais a dor da contração e sim uma força, como se a qualquer momento ela fosse sair... Mais um exame Dra. Quésia perguntou se eu queria sentir o cabelinho..porque já dava pra sentir..Claro!! Coloquei a mão e meus dedos encostaram na cabecinha..mas ainda estava alta..tinha muito pra descer...


O último pique de anestesia estava demorando e eu mal aguentava as dores..pensei que nào ia dar conta, não conseguiria..falava isso e o Gu sempre dizia: "consegue sim, vc é muito forte, vai dar tudo certo"....Isabel apoiava: "Carol, ela tá chegando, tá muito perto!"


Já era de manhã, me lembro que olhei para o dia lindo lá fora e disse: "Minha Clara escolheu a claridade!!"


Troca de plantão e demora do anestesista.. quando ele chega me deparo com um senhor de cabelos brancos, anos de profissão e, além de tudo, obstetra...me trata com carinho, coloca o catéter novamente e me dá a última pequena dose...alívio...

Flavinha, pediatra, amiga da tia Amy, já tinha chegado a essas alturas, nem precisei gastar tempo pra perceber o que Amy havia dito..."ela é uma fofa, um doce Carol, vc vai ver!!" e era mesmo..


Me sento no banquinho de parto e faço força...sangue, sangue...susto, mas fui tranquilizada pela Dra. Quésia...que me examinou pela última vez: "vamos para o bloco??" 


Fomos andando..


Chegando lá me sento no banquinho, vejo alguma moviementação mas me concentro nos puxos. O Gu se senta atrás de mim e me apoia...Penumbra e foco de luz suave no meu ventre...


Dra. Quésia me passa o espelho pra eu ver a cabecinha coroando, isso me dá forças...o Gu quer ver também..


Nos puxos eu urro...o grito vem de dentro...abro a boca pra abrir passagem...


O anestesista de cabelos brancos diz: "não precisa gritar mãezinha..." e na mesma hora Isabel e Dra. Quésia dizem o oposto: "grite o quanto quiser"...e assim faço, mais obedecendo ao corpo que as vozes...


E Clara vem..sinto o ardor..o círculo de fogo...e sinto a cabecinha saindo e depois seu corpo quente que vem junto ao meu...




Envolvo Clara com meus braços e com minha vida...Gu chora atrás de mim...eu sou só alegria...Clara chora...Flavinha cuida dela com carinho, delicadeza...no meu colo... deslizo os olhos por todo aquele corpinho lindo e melado...O cordão para de pulsar e o Gu decide cortá-lo. Flavinha ajuda Clara a pegar meu peito...ela pega bem e suga...suga...que delícia...



A placenta sai....vermelha...linda!!!

Clara sai do meu colo pra ser pesada: 3,190 kg e 49 cm..minha gordinha...


O tempo passa pra mim de um jeito diferente do que passa para os outros...eu sinto..


Preciso de uns pontos, pequena lasceração que é cuidada pela Dra. Quésia com carinho. 


O Gu pega Clara no colo e vai junto com Flavinha para o berçario para tomar um banho (limpar sem tirar o vernix) e acompanhar os procedimentos.


Depois da sutura vou pra sala de observação onde já estavam 3 mamães, 3 cesárias....


Passados 20 min chega o Gu com Clara nos braços toda enroladinha. Meu olhar diz mais que "obrigada" para Flavinha...sem palavras pra agradecer tanto carinho!! Clara é colocada junto a mim e subo com ela para o quarto onde vovó Marilda nos espera..o Gu chega logo depois...exausto...

Sei que deixei escapar alguma coisa...mas isso que escrevo é o que tenho na memória, na gaveta das "lembranças extramamente importantes!!"

Passaria por tudo de novo...de olhos fechados e de braço abertos...esse foi o nascimento de nós três!! Carol mãe, Gu pai e Clara filhota...

Hoje, Clara já está com 2 meses e 10 dias...esperta, atenta, sorridente, tranquila...e muito, muito amada!!


Me faltam palavras pra agradecer a toda equipe que nos assistiu...que Deus as abençoe nessa árdua e apaixonante tarefa de amparar as mães em um dos momentos mais lindos de suas histórias: quando geram vida!!



Da esquerda pra direita: Dra. Quésia, Dra. Flavinha, eu, Clara, Gu e Doula Isabel



quinta-feira, 21 de julho de 2011

Saudades do papai e visita a tia Amy!

Eu e Clara estamos em BH desde o dia 16...o Gu voltou pra SP e ficamos aqui pra curtir um pouco os avós e tios e também fugir um pouco do clima frio..

Por um lado estou descansando muito..minha mãe cuida de tudo e eu posso ficar com a filhota e estudar um pouco..mas por outro lado a saudade do papai aperta....Sei que a filhota sente falta (pode até não ter consciência disso) mas pra mamãe o peso é bem maior... VIU PAPAI!! ESTAMOS COM MUITA SAUDADE... e o pior que ainda tem mais uma semana pela frente..

Enfim, ontem fomos na tia Amy pra ela ver como anda a filhota e foi super gostoso..O tempo deu uma virada e ventou muito, aproveitei pra vestir um macacão lindo de ursinho na Clara que, aliás, está super bem, pesando 4,630 kg e medindo 58 cm...espichou até!! Tia Amy passou umas vitaminas pra ela e mamãe está se preparando psicologicamente para as vacinas que Clara tem que tomar, são três!!

Clara com tia Amy!!


Depois da consulta fomos pra casa da tia Amy encontrar o Mateus e tia Sônia, foi muito gostoso...entregamos o livro do Mateus que estava guardado a quase um ano na casa da vovó Marilda e o desenho do Mateus com chapéu de aviador. Mateus trouxe vários livros pra Clara ler, ficou encantado com ela dormindo, com ela acordada..com os barulhinhos dela...chamou ela pra assistir filminho, quis segurar, ninar...precisava ver...THE LITTLE BABY...rs

Clara se comportou...adorou o colo do Mateus mas depois quis dormir e o Mateus emprestou a caminha dele pra ela...e mesmo com ela dormindo colocou vários brinquedos na cama ao seu lado...que bondade...

Tia Amy chegou depois e enquanto almoçávamos o Mateus ia conferir se a Clara estava dormindo de verdade...rs

Obrigada tia Amy!! Adoramos passar um tempinho com vcs...

quinta-feira, 7 de julho de 2011

SOBRE SEU QUARTO!!

A história do seu quarto precisa ser contada...

Não sabia muito o que fazer...as cores que queria usar no início eram rosa e marrom..tanto que sua tia (prima) Amanda, que mora em Chicago, comprou um monte de coisinhas lindas nessas cores...

Depois me decidi por algo diferente...e como tudo na minha vida envolve flores, foram por elas que tudo começou...

Fui com sua avó Marilda em uma loja de tecidos em BH, vc estava na minha barriga. Escolhi uns tecidos lindos pra fazer tulipas..todos em tons que variavam do amarelo, passando pelo ocre e chegando até o vermelho... Pronto as cores do quarto estavam mudadas..


Depois, foram os kits de berço...procurei vários em SP, até na feira em BH...mas achei todos muito parecidos..difícil encontrar algo diferente..Os que gostava eram super caros e eu não gostava tanto ao ponto de pagar o preço..
Nesse meio tempo eu conheci a tia Leide, mãe da Laurinha e do Pedro..conheci na net por acaso..e ela morava em Caieiras e costurava, logo propus: que tal vc costurar pra Clara?? Ela topou...Fui na 25 com a vovó Marilda e comprei tecidos lindos..já com todas as ideias na cabeçca, resultado: kits de berço super diferentes e divertidos...tia Leide montou, mamãe bordou...espero que vc se divirta com eles!!


O tapete...ah, o tapete....Eu vi numa revista umas bolas de crochê..fiquei enlouquecida...e como a vovó Marilda é craque em crochê ela logo topou a ideia..e fez esse lindo que está agora no seu quarto..amarelinho, cru e mesclado...mamãe colocou o antiderrapante e costurou, bolinha por bolinha..



E a poltrona...ah, essa deu trabalho...Comprei uma bem velha num topa tudo em BH, na Silviano Brandão e levei para o Juninho (vizinho de frente da mamãe) cobrir...mas aí tem a história do tecido...Olhei em BH, mas acabei comprando o mesmo em SP por 1/3 do preço, é mole!! O tecido viajou pra BH e cobriu-se a poltrona..Agora, até ela chegar em Caieiras foi uma resenha. O Cláudio, amigo do vovô Carlos, de BH, levou a poltrona pra Cachoeira na sua camionete, até aí tudo bem....O tempo foi passando e não achávamos ninguém para trazê-la até aqui..ninguém com uma camionete..Minha super querida tia Lídia correu atrás de tudo quanto era gente e nada...Até que ela resolveu tentar colocar a poltrona no seu corsa novo...e não é que coube! Na altura do campeonato nós 3 já estávamos em casa...menos a poltrona. A tia Brá, juntamente com a amiga Marcélia vieram a 2 fins de semana atrás e trouxeram...agora sim...



As almofadas todas foram feitas pela mamãe e pela vovó..eu ditava as ideias, bordava e lá ia a vovó costurar...


Os espelhinhos ainda faltam pendurar no lugar certo..e ainda as prateleiras...mas do jeito que está, cheio de amor e carinho...você tem curtido...

E falando em curtido...a cortina mamãe costurou...e aprendeu a costurar pelo telefone, com a vovó Marilda explicando como colocava a linha na máquina...rs..Mas deu certo...aliás, você adora ficar olhando pra ela...pra luz que entra de dia e para as tirinhas coloridas no varão...

Enfim...longa história de um quarto que pensado pra ser de um jeito, ficou de um outro jeito bem melhor!!!

conversa vai, conversa vem...

 Está super gostoso passar tempo a sós com a filhota...quando estou começando a compreender seu ritmo ela me surpreende.

 Hoje me seguiu com os olhos por todo o quarto....tem cabimento!!

 Adora uma conversa...pode ser dirigida a ela ou pode ser uma conversa onde ela não participe...rs

 Adora todos os momentos de tirar roupa, seja pra dar banho, seja pra trocar fralda...amo suas cochas...gordinhas.. Mas nesse frio de SP não posso nem cogitar deixar ela peladinha...ai que saudade do nordeste!!

 As noites estão boas..não sei se me adaptei ou se ela realmente está dormindo melhor...

 Temos escutado música e na mamada da noite invento umas histórias...que conto com um tom de voz diferente...voz de quem conta história..rs.. E ela parece que gosta...

 Enfim, temos toda a vida pra nos conhecermos...nos amarmos e nos curtirmos...


 

domingo, 3 de julho de 2011

REAÇÃO INVOLUNTÁRIA!!

 Sim, sempre ouvi de muitas mães que o sono depois que se tem o primeiro filho nunca é o mesmo...Ainda não sei se isso é permanente mas nesse início não é o mesmo mesmo!! rs

 Ontem, sábado, depois do ritual do sono que inclui: banho, mamada, berço e oração (a oração também pode ser antes...), o Gu disse que assistiria algo na tv e eu aproveitei pra tirar um soninho mais tranquilo, com o pai de prontidão caso Clara acordasse ou precisasse de alento..


 Deitei e apaguei..literalmente...


 Mas...


 Eis que a uma e meia da manhã o Gu entra no quarto e da porta sussurra: "LINDA..." e isso bastou pra que eu saltasse da cama como uma ninja e corresse como uma maratonista para o quarto da filhota, com o coração na boca....tem cabimento??


Claro que ela estava com fome e claro que ela chora quando está com fome...mas o pai lindo, que queria dar de presente pra mamãe mais uns minutinhos de sono resolveu entreter a filha mais um pouco..mas a fome venceu e o choro veio...foi aí que ele me chamou...rs

Então está ai...sono novo....sono alerta..sono de mãe..



sexta-feira, 1 de julho de 2011

Conversando, conversando...

video


   A filhota está uma fofa....há 3 dia começou uma rotina de conversa...Antes disso ela fixava o olhar em algumas coisas mas só olhava....Pois não é que agora deu pra conversar!! Na lingua dos bebês claro...mas que é delicioso de ouvir esse idioma isso é!! Ela baibucia..balança os braços...solta gritinhos de euforia...

  Tudo começou quando passamos a ficar mais no quarto dela do que no nosso...E como tudo lá e bem colorido o primeiro dia foi de superestimulação...tanto que teve dificuldade pra dormir..chorava de tão cansada das coisas novas...

  Conversa com as almofadas, com o kit de berço, com o vaso de flor, com a cortina...e claro, com a mamãe...uma fofura!!

  E a arrumação do quarto continua...tapete quase costurado...espelhos quase prontos...Faltam as prateleiras e dois quadrinhos que inventei de fazer...

  Clara está agora mesmo aqui..conversando com o travesseiro florido ao meu lado!! Uma fofura!!! AMOOOOOO!!